fbpx

Notícias

adult-care-sport-smile-fertility_1112-1049
02 junho 2020

Cuidados com a beleza durante a gestação

Durante a gestação, a mulher passa por diversas transformações no corpo. Causadas pela mudança de hormônios ou pelo crescimento natural da barriga, é preciso lidar com o ganho de peso, celulites ou manchas na pele.  Neste período, alguns truques podem ser feitos para minimizar os problemas.

Uma forma de diminuir estas consequências é mantendo uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas leves com o acompanhamento de profissionais. Manter a pele sempre hidratada, por exemplo, ajuda a reduzir o aparecimento de estrias, através de óleos ou hidratantes próprios.

As estrias, aliás, ocorrem em quase 70% das mães e é a grande vilã deste período. De acordo com a dermatologista da Clínica Osmilto Brandão, Dra. Marília Acioli, elas aparecem mais comumente no abdômen, no quadril, nas nádegas e na mama por causa do estiramento da pele, além de outros fatores.

Outro fator que aparece em 75% das grávidas é o melasma, as famosas manchinhas na pele, causadas por hormônios ou exposição solar. Para prevenir, o ideal é que as futuras mães usem bastante filtro solar, além de itens como roupas com proteção UV e chapéus ou viseiras. O escurecimento da pele,  como virilhas, axilas, genitálias e aréolas tendem a voltar ao normal após o parto.

As “aranhas vasculares”, que são pequenos vasinhos sanguíneos que se destacam na pele, tendem a aumentar no período gestacional e podem desaparecer em até sete semanas. Por medida de segurança e saúde “toda e qualquer doença específica da gestação deve ser acompanhada em conjunto por um obstetra e dermatologista”, afirma Marília, que não recomenda o uso de tratamentos estéticos durante o período.

“Uma limpeza de pele pode ser feita, mas os peelings devem ser evitados. Assim como alguns cremes podem ser usados, mas botox ou mesmo preenchimentos não devem ser feitos. Os riscos para o bebê são pequenos, mas é melhor evitar”, defende.

Já o laser está liberado logo após o parto, já que não há inserção de produto na pele. “Inclusive é uma alternativa para quem tem estria ou para quem quer tratar a cicatriz da cesárea. Quanto antes começar o tratamento, melhor o resultado”, garante.

Sugestão de fonte: Dra. Marília Acioli – Dermatologista da Clínica Osmilto Brandão

Fale com a Osmilto Bradão
Enviar para WhatsApp